Problemas na portabilidade na telefonia fixa

Na telefonia fixa, o problema de portabilidade numérica e troca de operadoras é ainda mais grave, já que praticamente não há concorrência. Só Telefonica e NET oferecem o serviço no mercado

Marcelo Moreira

24 Julho 2010 | 13h30

Carolina Dall’Olio

Na telefonia fixa, o problema de portabilidade numérica e troca de operadoras é ainda mais grave, já que praticamente não há concorrência. Só Telefonica e NET oferecem o serviço no mercado.

“Então, o que acaba motivando a migração, na verdade, não é a qualidade do serviço, mas sim as vantagens que ele pode ter com a mudança”, diz Cimatti. A pesquisa da CVA Solutions mostra que 53% dos consumidores que fizeram a portabilidade estavam atrás de promoções e novos aparelhos. O segundo motivo mais popular foi o preço das tarifas, com 50% das respostas.

As operadoras sabem disso – e apostam nas promoções. Na Vivo, por exemplo, o cliente de plano pós-pago pode ganhar até 4 mil minutos de bônus todo mês. Na Claro, há ofertas especiais de aparelhos, entre outras vantagens. Oi e TIM já preferem anunciar pacotes ilimitados – Oi à Vontade e TIM Infinity –, em que o cliente também poderia economizar.

A maior parte das promoções é destinada a clientes pós-pago. Afinal, são eles os mais rentáveis para as empresas. Mas os consumidores com celulares pré-pagos também são atendidos. Na maior parte das vezes, ganham bônus nas ligações.

Diante de tantas ofertas e com a falta de padronização no sistema de cobrança do serviço, fica difícil comparar os planos e definir qual é o melhor para o seu caso.

O arquiteto João Almeida Magalhães, de 36 anos, bem que tentou. Em junho de 2009, Magalhães decidiu abandonar o plano pós-pago da Vivo para aproveitar uma promoção da Claro. Ganhou um aparelho novo, mas não percebeu que o plano escolhido era mais caro que aquele que possuía antes. A conta, então, pesou no bolso.

Agora, quase 12 meses depois da troca e perto de se livrar da cláusula de fidelidade, Magalhães quer usar a tática novamente. Dessa vez, vai ver o aparelho que a Vivo lhe oferece para que ele volte para o plano antigo e reduza sua fatura. “Não sei se estou fazendo o certo, mas não tenho nada a perder, só a ganhar.”