Plano de saúde orienta cliente a procurar o SUS!

Marcelo Moreira

02 de julho de 2009 | 18h49

É inaceitável a forma de como funcionam os planos de saúde no Brasil. Fazem o querem, lesam os consumidores e contam com a ineficiência e omissão da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

O problema narradio pelo leitor Roberto Abdo, de Santo André (SP), é o maior exemplo do péssimo serviço oferecido pelas operadoras de planso de saúde no Brasil. E o mais grave: a empresa ignorou a reclamação do consumidor e o próprio Jornal da Tarde, não enviando resposta ao questionamento. Veja o relato de Abdo:

“Sou associado à Unimed e, quando necessitei de atendimento médico de urgência, não fui atendido prontamente. Em contato com a empresa, a atendente me orientou a procurar o SUS mais próximo de minha residência! Já comuniquei o fato a ANS, mas não obtive nenhuma solução.”

COMENTÁRIO DO ADVOGADO DE DEFESA: Não pode haver alteração da rede de hospitais e clínicas credenciadas que já existiam no contrato do conveniado. Se isso ocorreu, após comunicação à ANS, a Unimed deveria ter apresentado outros estabelecimentos de saúde à altura dos substituídos e nas mesmas regiões.

E se o consumidor precisou ser atendido por médicos não conveniados, deve ser reembolsado. Além disso, se a dificuldade do atendimento trouxe aflição ou agravou o estado de saúde do consumidor, este tem o direito de ser indenizado por dano moral.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.