Plano de saúde é condenado por cobrança irregular

Marcelo Moreira

21 de novembro de 2008 | 22h53

A 14ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) determinou que uma operadora de planos de saúde devolva em dobro os valores cobrados abusivamente de uma aposentada. A empresa aumentou em 50% o valor mensal pago pela aposentada exatamente após ela completar 60 anos de idade.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.