Pilhas poderão ser deixadas no local da compra dentro de dois anos

Marcelo Moreira

11 de setembro de 2008 | 21h55

Dentro de dois anos, o descarte de pilhas e baterias usadas poderá ser feito no local onde o produto foi comprado. O Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) aprovou ontem uma resolução que amplia o sistema de coleta, antes obrigatório apenas para produtos que apresentassem em sua composição níveis de cádmio, chumbo e mercúrio acima dos limites permitidos. Com a mudança, a regra deve vale para todas as pilhas.
O sistema de resgate dos produtos usados deverá ser gerenciado pelo fabricante.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.