Parcelamento não elimina prática do desconto à vista

Marcelo Moreira

24 de novembro de 2008 | 23h18

PAULO DARCIE – JORNAL DA TARDE

Mesmo conseguindo o parcelamento do preço à vista que está na prateleira, o consumidor não deve desistir de pechinchar: em lojas das grandes redes do varejo o desconto à vista pode chegar a 10%.

Para o assessor jurídico do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) Marcos Diegues, é indício de que o preço poderia ser mais baixo do que o anunciado. “Algumas empresas, para não admitir que embutem os juros, se recusam a dar desconto”, avalia.

Na Mega Loja do Ponto Frio na Marginal Tietê, um kit home theater LG, que ontem custava R$ 799,90 à vista na etiqueta, podia ser pago em até seis vezes no cartão de crédito. Mas, depois de uma conversa com o gerente, sairia com 5% de desconto, prometeu o vendedor. “Ou até mais, se for fechar agora.”

Notebooks e outros aparelhos eletrônicos, segundo vendedora do Extra da Avenida Nossa Senhora do Ó, Zona Norte, não têm abatimento à vista. “Já está com um preço bom”, disse ela, sobre um laptop Compaq, que custava à vista R$ 2.599,90.

Mas com os cartões de crédito Visa ou Mastercard é possível parcelar em até cinco vezes, sem juros. Quem preferir prazos mais elásticos pode pagar em 20 meses, com juros de 3,99% ao mês, e desembolsa R$ 3.871.

Na mesma loja, os preços dos eletrodomésticos podem ter desconto. “Tem de falar com o gerente, mas chega a uns 10%”, afirma a vendedora sobre uma geladeira Brastemp de 413 litros anunciada por R$ 1.699,90.

O vendedor do Magazine Luiza da Rua Direita também topou dar desconto na compra de uma máquina de lavar Cônsul com capacidade para 6 kg, que custava R$ 799,90 à vista, ou em 13 pagamentos de R$ 83,90. Se fechasse negócio ontem, o repórter pagaria R$ 769,90. “Mas não fala que eu fiz por esse preço”, pediu o vendedor. O desconto foi de 3,75%.

A Casas Bahia da Avenida Celestino Bourroul não fez um preço mais camarada. Uma TV de LCD de 32″ LG, que custava R$ 2.199,90, podia ser paga à vista, em 18 vezes com juros ou em seis sem. “À vista não dá para baixar,” disse a vendedora.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.