Pagamento à vista. Direito violado

crespoangela

23 de maio de 2006 | 16h29

Coluna de Josué Rios, publicada em 23/5/2006

Se estamos abandonados em matéria de segurança pública (obrigação primária de um organismo que se chama Estado), o que não dizer de assuntos outros como a proteção do consumidor?

O sr. Furtado, o Consumidor, me telefona da loja onde está comprando a tevê para assistir à Copa, e me sabatina:
– Preço a vista é igual a preço a prazo?

– Claro que não. Assim como (salvo no Brasil) cadeia é cadeia e liberdade é liberdade. E que não se banalize a diferença! – Explico.

– Pois é. Então venha aqui dar sua aula para o vendedor da loja, que insiste em afirmar que preço à vista é igual ao preço parcelado, e não tem acordo – reclama o sr. Furtado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.