Orgânicos terão selo em 2010

sauloluz

09 Outubro 2009 | 17h17

SAULO LUZ – JORNAL DA TARDE

A partir do ano que vem, todo produto orgânico brasileiro (exceto os
vendidos diretamente pelos agricultores familiares) deverão ter o Selo do

Sistema Brasileiro de Avaliação de Conformidade Orgânica (Sisorg) – cujo
objetivo é identificar os produtos orgânicos.

A etiqueta é fundamental para orientar o consumidor, ajudando a identificar se um alimento é realmente orgânico e que cuidados ele deve tomar na hora de comprar esse tipo de produto.

Os orgânicos, alimentos livres de agrotóxicos, estão cada vez mais presentes a mesa dos paulistanos. Segundo pesquisa realizada pela consultoria GFK e divulgada em junho, 12% dos moradores da capital preferem os alimentos orgânicos – que já respondem por 1% do faturamento total dos supermercados.

Para divulgar o novo selo, o Ministério da Agricultura, Pecuária e
Abastecimento (MAPA) lançou a cartilha O Olho do Consumidor, no endereço na internet:

www.agricultura.gov.br/images/MAPA/arquivos_portal/ACS/cartilha_ziraldo.pdf

Ela é ilustrada por Ziraldo e explica ao leitor o que são orgânicos, como identificá-los.

“Para que um produto seja certificado como orgânico, os produtores devem
respeitar critérios, como não usar agrotóxicos, herbicidas e nem
fertilizantes químicos, não cultivar em regime de monocultura, respeitar as legislações trabalhista e ambiental, fazer o manejo sustentável dos recursos naturais e dos resíduos gerados na produção e se submeter a auditorias anuais da certificadora, além de possíveis visitas esporádicas e sem prévio aviso”, explica Sylvia Wachsner, diretora técnica da Sociedade Nacional de Agricultura (SNA) e coordenadora do Projeto Organics Net.

A cartilha explica até a diferença entre produto orgânico (com no mínimo 95% de ingredientes orgânicos e sem ingredientes transgênicos), com ingredientes orgânicos (entre 70% e 95%) e não-orgânicos (com menos de 70%). Também é importante lembrar que, quando se fala em produtos orgânicos, quanto mais frescos, melhor.

Por isso, muitos consumidores preferem comprar direto dos agricultores familiares da sua região, em feiras e pequenos mercados. Nestes casos, não será necessário o selo, mas esses agricultores familiares devem estar vinculados a uma organização de controle social (associação, cooperativa ou consórcio de agricultores) cadastrada no governo.

“Isso é fundamental, já que o orgânico está na moda e há oportunistas
vendendo produtos falsos”, diz Plínio da Silva Telles, vice-presidente da
Associação de Agricultura Orgânica (AAO), entidade que há 18 anos organiza
aos sábados, domingos e terças-feiras a feira do produtor orgânico, no
Parque da Água Branca, na capital.

IDENTIFIQUE

  • ORGÂNICO
    Produtos com no mínimo 95%
    de ingredientes orgânicos e que não contenham ingredientes transgênicos
  • COM INGREDIENTES
    ORGÂNICOS
    Produtos que tenham entre 70% e 95% de ingredientes
    orgânicos
  • NÃO ORGÂNICOS
    Produtos com menos de 70% de ingredientes orgânicos