Operadora de telefonia é condenada por 'negativar' indevidamente nome de cliente

Marcelo Moreira

24 Maio 2010 | 12h00

Um morador de Brasília vai ser indenizado em R$ 5 mil pela TIM, segundo sentença do juiz da 1ª Vara Cível de Brasília, por ter o nome negativado indevidamente. Ele perdeu os documentos e, posteriormente, fraudadores utilizaram os papéis para celebrar contrato com a TIM em seu nome. A empresa pode recorrer.

Mais conteúdo sobre:

TIM