Operadora de telefonia é condenada por incluir indenvidamente nome na Serasa

Marcelo Moreira

23 de setembro de 2009 | 19h00

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) condenou a empresa de telefonia TNL PCS S/A (Oi) a pagar indenização de R$ 10 mil, por danos morais, a um cliente. A condenação é pela empresa exigir pagamento de multa na rescisão contratual de um serviço que não foi prestado de forma adequada e incluir o nome na Serasa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.