Operadora de telefonia é condenada cortar linha de forma irregular

Marcelo Moreira

14 de dezembro de 2009 | 22h03

A Telemar terá que pagar R$ 7 mil em indenização a uma ótica por cortar ilegalmente, durante 33 dias, linha telefônica comercial da empresa. A ótica alegou que sofreu prejuízos com o corte da linha telefônica utilizada diariamente para contactar clientes e fornecedores. A decisão é do Tribunal de Justiça do Ceará.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.