Operadora de saúde é condenada a indenizar cliente por oferecer produto incompatível

Marcelo Moreira

26 de março de 2010 | 22h30

A 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE) manteve sentença que condenou a Unimed de Fortaleza – Cooperativa de Trabalho Médico Ltda a pagar indenização, por danos morais, no valor de R$ 7 mil a uma paciente que sofreu enfarte no miocárdio e precisava de um stent farmacológico, mas o produto ofertado pela Unimed não atendia às necessidades dela. Para o relator, a Unimed ofendeu os dispositivos dos artigos 6º, IV, 39 e 51, parágrafos I e II do Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Mais conteúdo sobre:

Unimed