Oi paga R$ 2 milhões para encerrar investigação do Cade

Marcelo Moreira

27 de abril de 2012 | 16h00

A operadora Oi pagou R$ 2,1 milhões ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade)para encerrar as investigações do Ministério da Justiça sobre atuação anticompetitiva no mercado de acesso à banda larga. A empresa tem a concessão para atuar na área de telefonia e o acesso dos usuários à internet tem de ser feito por um provedor, que pode ser da própria Oi (Velox) ou outro de livre escolha do consumidor.

Porém, os atendentes da empresa, estariam direcionando as vendas para o Velox e para empresas parceiras. Os processos administrativos da Oi ficarão suspensos enquanto o acordo, que termina em dezembro de 2015, estiver em vigor. Os documentos serão arquivados se, ao final do prazo, todos os itens do contrato forem cumpridos. Em nota, a empresa negou ter adotado as práticas citadas.

Tudo o que sabemos sobre:

Oi

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: