Ofensas homofóbicas rendem indenização

Marcelo Moreira

07 de agosto de 2012 | 16h44

A Ricardo Eletro, de Vitória, no Espírito Santo, terá que indenizar em R$ 30 mil um vendedor vítima de ofensas homofóbicas por parte do gerente da loja. A decisão da 6ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho foi unânime e determinou ainda que a loja auxilie a vítima na compra de medicamentos para o tratamento de depressão.

Tudo o que sabemos sobre:

indenizaçãoRicardo Eletro

Tendências: