Novo extrato do Imposto de Renda traz pendências com a Receita

Marcelo Moreira

03 de junho de 2009 | 22h12

FÁBIO GRANER – AGÊNCIA ESTADO
PAULO DARCIE – JORNAL DA TARDE

Um novo serviço da Receita Federal vai facilitar que o próprio contribuinte faça a regularização de pendências na Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física pela internet.

Para isso, a Receita criou um novo extrato detalhado das declarações do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF), que mostra o tipo de pendência que o cidadão tem e precisa regularizar, além de orientar sobre os procedimentos a serem adotados para resolver o problema. Além disso, muda também o sistema de devolução de IR.
“A nova ferramenta vai dar grande transparência e ma

is informações sobre as pendências. Antes, havia um extrato muito simplificado. A medida facilita ao contribuinte resolver pendências, disse a coordenadora de Atendimento da Receita, Maria Helena Cardozo.

A Receita estima que o índice de regularização de problemas, que no ano passado foi de cerca de 50% do 1 milhão de contribuintes com pendências, suba para cerca de 70% em 2009.

A expectativa para este ano é que 1 milhão de declarações fiquem retidas na malha fina, o que corresponde a 4% das 25,5 milhões entregues.

Além de verificar pendências, o extrato permitirá ao contribuínte acompanhar, no caso de quem tem imposto a pagar, o andamento do pagamento do imposto devido, habilitar ou desabilitar a opção de débito automático de quotas e alterar o a quantidade de quotas em que deseja parcelar o débito, além de parcelar débitos em atraso existentes com a Receita.

Para o contribuinte que tem imposto pago a mais e deve receber da Receita a restituição, o novo portal vai permitir a identificação de problemas no depósito da restituição.

O novo extrato poderá ser acessado na página da Receita na internet por meio do código de acesso ou certificação digital. O código de acesso é a maneira mais simples e é obtido no próprio site , fornecendo-se as seguintes informações: CPF, data de nascimento e os dois últimos recibos de entrega de declaração de 2008 e 2009

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.