Negocie a dívida e evite o nome sujo

crespoangela

31 de julho de 2006 | 20h44

Texto de Aiana Freitas

Negociar. Essa é a dica de especialistas em direitos do consumidor para quem
se vê às voltas com a inadimplência. A razão é uma só: se quem deve está
disposto a pagar, o credor também não deixa de estar sempre muito disposto a
receber o que lhe é devido.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.