Mulher perde cabelo após escova progressiva e ganha indenização

Marcelo Moreira

18 de março de 2011 | 19h57

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul condenou uma cabeleireira a indenizar em R$ 2 mil uma consumidora que perdeu parte do cabelo em decorrência de escova progressiva. Segundo relato, a profissional deixou o produto agindo 20 minutos a mais do recomendável. Sem cabelo, a cliente ficou quatro meses sem trabalhar.

Tudo o que sabemos sobre:

indenização

Tendências: