Morte por negativa de internação rende indenização

Marcelo Moreira

09 de novembro de 2011 | 16h26

A Unimed Fortaleza foi condenada a pagar uma indenização no valor de R$ 50 mil aos pais de uma criança que faleceu depois de ter internação negada. O bebê de seis meses foi diagnosticada com pneumonia extensa e refluxo de grau IV. O convênio negou a internação. A decisão é do Tribunal de Justiça do Ceará.

Tudo o que sabemos sobre:

indenizaçãoUnimed

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.