Mil limpam o nome no primeiro dia de mutirão contra dívidas

Marcelo Moreira

22 de novembro de 2011 | 16h21

Ligia Tuon

Mais de 2,5 mil pessoas fizeram consultas ontem e 1 mil conseguiram renegociar suas dívidas no primeiro dia da campanha Acertando suas Contas, no Vale do Anhangabaú, região central da capital. O mutirão é organizado pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) em parceria com a Boa Vista Serviços para ajudar inadimplentes a tirar o nome da lista do Serviço Central de Proteção ao Crédito. Em sua estreia, em 2010, o evento registrou a participação de 1,5 pessoas . Cerca de 20 empresas participam da iniciativa, que vai até domingo, dia 27.

“A ideia é que as empresas assumam uma posição mais flexíveis para renegociar dívidas com seus clientes. Os descontos nos juros e multas podem chegar a até 60% do valor da dívida”, explica Fernando Cosenza, diretor de sustentabilidade da Boa Vista Serviços.

Segundo Cosenza, a maioria dos endividados tem problemas com cartão de crédito. É caso da auxiliar de limpeza Queli Cristina Fernandes, que tem débitos com o cartão há três anos. “Entrei no rotativo e fiquei desempregada. Agora vim até aqui tentar limpar o meu nome”, conta.

No local, o cidadão também encontra funcionários do Centro de Apoio ao Trabalho (CAT) que oferecem facilidades como emissão da carteira de trabalho e cadastro para vagas de emprego. Além disso, há representantes da Secretaria do Microempreendedor, que podem formalizar o trabalhador, para que este se torne um Microempreendedor Individual (MEI).

O pintor predial Francisco Chagas Dias aproveitou o espaço para resolver dois problemas de uma só vez. “Me formalizei para ter um CNPJ e aumentar meus clientes e renegociei uma dívida com o banco.” O horário de funcionamento é das 8h30 às 19h.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.