Médico é condenado por erro que causou morte de gestante

Marcelo Moreira

14 Maio 2010 | 23h29

A Câmara Especial Regional de Chapecó (SC) condenou um médico a pagar R$100 mil por danos morais a família de uma mulher que morreu por falta de socorro em 1998. Ela estava grávida de oito meses e precisou de auxílio médico mas, por omissão de socorro e imperícia no atendimento, morreu antes de dar à luz.