Mais gente para trabalhar na chegada de voos internacionais

A Anac informou que, entre as medidas elaboradas para atender à crescente demanda por voos no final do ano, também estão incluídas recomendações para tratamento de viagens internacionais

Marcelo Moreira

22 de novembro de 2010 | 20h44

da Agência Estado

A Anac informou  que, entre as medidas elaboradas para atender à crescente demanda por voos no final do ano, também estão incluídas recomendações para tratamento de viagens internacionais. No caso dos voos internacionais, a Polícia Federal concordou em manter tripuladas todas as posições de controle de migração (checagem de passaportes) nos horários de maior movimentação.

Ainda segundo a Anac, como alguns voos internacionais incluem escalas domésticas, as companhias aéreas terão de comunicar os passageiros que farão exclusivamente os trechos dentro do Brasil a chegarem antecipadamente ao aeroporto, bem com sobre as restrições de líquidos da bagagem de mão.

A Agência informou ainda que de 17 de dezembro de 2010 até 3 de janeiro de 2011, a Anac terá uma equipe de 120 pessoas, entre inspetores, diretores e pessoal de apoio, nos períodos de manhã, tarde e noite em 11 aeroportos de todas as regiões do País: Galeão (RJ), Guarulhos e Congonhas (SP), Brasília (DF), Confins (MG), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE), Recife (PE), Salvador (BA), Vitória (ES) e Manaus (AM).

O objetivo das equipes será o de fiscalizar o atendimento e as providências tomadas pelas companhias aéreas, assim como o cumprimento da Resolução nº 141, em vigor desde junho deste ano, que determina os direitos dos passageiros nas viagens aéreas. Em seu comunicado, a Anac acrescentou também que nos principais aeroportos brasileiros estarão disponíveis aos passageiros cartilhas informativas.

Tudo o que sabemos sobre:

AnacAviancaGolInfraeroTAMTripWebjet

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.