Loja é condenada por acusar indevidamente criança de roubar doces

Marcelo Moreira

22 de julho de 2009 | 22h00

O juiz da 2ª Vara Cível de Taguatinga (Distrito Federal) condenou as Lojas Americanas S/A a pagarem R$ 8 mil de indenização por danos morais a pai e filho constrangidos no interior do estabelecimento comercial. Segundo o processo, um funcionário da loja abordou a criança, acusando-a de furtar algumas guloseimas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.