Livre-se das contas bancárias inativas

Marcelo Moreira

07 de maio de 2009 | 23h24

AVISOS

  • Caso o cliente não movimente a conta por 90 dias, o banco deve entrar em contato, avisando que ainda estão sendo cobradas as tarifas e que a conta poderá ser fechada se o tempo sem movimentação chegar a seis meses

  • O roteiro para encerramento de contas prevê, ainda, que o banco suspenda as tarifas de manutenção de conta caso os débitos sejam responsáveis por deixá-la no vermelho. O objetivo é evitar uma dívida crescente, formada apenas por tarifas e encargos, e que o nome do cliente vá parar em cadastros como Serasa e SPC

  • DÉBITO

  • Se a paralisação chegar a seis meses em contas com saldo positivo, o banco suspenderá, a partir do 6º mês, as tarifas de manutenção ou de pacotes de tarifas

  • No caso das contas zeradas ou com saldo negativo, o banco pode encerrar automaticamente as contas abandonadas que foram abertas por convênio com empresas para pagamento de salários, avisando 30 dias antes de completar o 6º mês de inatividade

  • O banco pode, ainda, manter paralisadas contas que tenham débito ou crédito

  • OPÇÃO

  • Para encerrar uma conta, o correntista deve fazer o pedido por escrito. A agência deve informar todos os detalhes de débitos a serem quitados. O banco pode cobrar a manutenção referente aos dias do mês em que o cliente ainda se utilizou dos serviços. O prazo para o encerramento é 30 dias

  • O cliente deve devolver os cheques que tiver. Deve, ainda, manter fundos suficientes para honrar compromissos com o banco, como empréstimos e débito automático – dá para negociar com o gerente novas formas de quitá-los.