Justiça condena empresa por freada brusca em ônibus que lesionou passageiro

Marcelo Moreira

25 de dezembro de 2009 | 22h47

A 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) condenou a empresa de transporte Transporte e Turismo Montes Claros a indenizar uma passageira, por danos morais e materiais, em R$ 5 mil. A passageira caiu dentro de um veículo, devido a uma freada brusca do motorista, e machucou o joelho.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.