Joalheria é condenada por acusação indevida de furto

Duas consumidoras serão indenizadas em R$ 3 mil (cada) pela Joalheria Rafael, da cidade de Indaial (SC). Após realizarem compras na loja, funcionários do estabelecimento as acusaram (equivocadamente) de furto e elas chegaram a ser levadas à polícia

Marcelo Moreira

08 de setembro de 2010 | 13h00

Duas consumidoras serão indenizadas em R$ 3 mil (cada) pela Joalheria Rafael, da cidade de Indaial (SC). Após realizarem compras na loja, funcionários do estabelecimento as acusaram (equivocadamente) de furto e elas chegaram a ser levadas à polícia. A decisão é da 2ª Câmara de Direito Civil do TJ de Santa Catarina.

Tudo o que sabemos sobre:

furtoindenizaçãojoalheria

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.