ISO quer aumentar a consciência

crespoangela

24 de outubro de 2006 | 17h58

Texto de Maíra Teixeira

Já está na hora de o consumidor começar a ser mais atuante na sociedade. É assim que pensam os especialistas em defesa do consumidor. A justificativa, além de convincente, é lógica: quanto mais os consumidores reclamarem, mais respeito conseguirão, uma vez que as empresas têm como objetivo agradar e produzir bens de interesse geral. Mas não basta só cobrar as empresas. O cidadão deve, cada vez mais, buscar a compra consciente.

Tendências: