IPVA ATRASADO: COMO FAZER O CADASTRO E O ACOMPANHAMENTO DOS DADOS NO PPD

Marcelo Moreira

23 de maio de 2009 | 01h05

  • Para se cadastrar no Programa de Parcelamento de Débitos do IPVA, é necessário criar um usuário e senha no site www.ppd.sp.gov.br. Quem já é cadastrado no programa da Nota Fiscal Paulista, também operado pela Secretaria da Fazenda de São Paulo, não precisa de novo registro.

  • Já na primeira tela, depois de feito o login, os débitos relacionados com o CPF ou CNPJ do contribuinte podem ser selecionados automaticamente pelo sistema, que mostra a soma dos valores de cada tributo devido.

  • A seleção é automática somente para o IPVA Conta Fiscal e IPVA oriundo de Auto de Infração e Imposição de Multa que estiver inscrito em dívida ativa. Para os outros débitos de IPVA, utilize a opção de “Confissão Espontânea de Débitos”.

  • Para fazer a seleção manual, o contribuinte deve clicar no botão “Selecionar” ao lado do débito escolhido.

  • O sistema exibirá uma tela para a pesquisa e solicita que seja digitado um dos códigos: “1” para IPVA, “2” para Auto de Infração e Imposição de Multa de IPVA, e “3” para Confissão Espontânea de débitos de IPVA.

  • O sistema verifica, então, se o contribuinte tem débitos e, se tiver, os recupera, exibindo na tela.

  • Caso a pesquisa não retorne todos os débitos – e se você tiver certeza de que existe alguma outra dívida –, clique no link “Inclusão” ou no “Detalhamento”. O detalhamento é feito em dez dias úteis, e o contribuinte efetua novo acesso para fazer a consultar do débito.

  • Caso não concorde com o valor apresentado de algum débito, clique em “Retificar” .

  • Ao clicar no ícone “+” (Total de Débitos), é exibida a tabela de débitos detalhada.

  • Tendências: