Ipem fiscaliza uniformes escolares

Marcelo Moreira

28 de janeiro de 2010 | 22h38

Durante a “Operação Volta às aulas”, o Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP) autuou 50% das lojas que comercializam uniformes escolares visitadas na capital e Grande São Paulo. “Com a proximidade do início das aulas, época de compra de uniforme escolar pelos pais, intensificamos a fiscalização”, diz Fabiano Marques de Paula, superintendente do Ipem-SP.

Dos 3.120 uniformes escolares verificados, 395 estavam irregulares – os principais erros foram falta de indicação de composição têxtil e das instruções de conservação do produto. Conforme o Inmetro, os produtos têxteis devem conter etiqueta com dados do fabricante ou do importador, CNPJ, país de origem, composição têxtil, além de símbolos sobre cuidados com a conservação e indicação de tamanho em português.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.