Ipem analisa 1º hotel no novo padrão de estrelas

Marcelo Moreira

05 de novembro de 2011 | 07h31

Saulo Luz

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP) fará hoje a primeira auditoria dentro do Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem (SBClass). Os avaliadores do órgão visitarão o hotel Grand Hyatt, na zona sul da capital paulista.

O sistema foi criado pelos Ministérios do Turismo e Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior para, criar um padrão de serviços e infraestrutura em todo o País para receber turistas na Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.

Pelo padrão, os meios de hospedagem serão classificados de uma a cinco estrelas, em sete tipos de hospedagem diferentes (cama e café, hotel, hotel turístico, hotel fazenda, pousada, flat/apart-hotel e resort, também definidos pelo programa).

A participação no processo de classificação é voluntária e o hotel define a qual categoria pertence e deseja ser avaliado ao se inscrever no programa.

Durante a avaliação, são verificados requisitos relacionados à qualidade das instalações, atendimento e sustentabilidade do empreendimento, tais como metragem dos apartamentos e banheiros, iniciativas de redução de consumo energético e coleta seletiva de resíduos, quantidade de idiomas falados pela equipe, facilidades para o hóspede, dentre diversos outros itens.

Ao final do processo, o Ipem-SP encaminha ao Ministério do Turismo um relatório atestando se o hotel está apto a receber a classificação oficial por meio de estrelas. Em caso de registros de não-conformidade aos requisitos, o estabelecimento tem até 90 dias de prazo para readequação. A classificação é válida por três anos, com avaliações de manutenção.

Tudo o que sabemos sobre:

hotelariaIPI

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.