Inclusão indevida no SPC rende indenização

Marcelo Moreira

01 de outubro de 2011 | 16h09

Quanto tentou efetuar um empréstimo, o vigia J.I.A.N descobriu que tinha suposta dívida de R$ 35 mil no Santander. O cliente levou o caso ao Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), que condenou o banco a indenizá-lo em R$ 10 mil a título de danos morais, por incluí-lo indevidamente no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

Tudo o que sabemos sobre:

indenizaçãoSantander

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.