Hospital é condenado por falta de informações em exames

Marcelo Moreira

03 de novembro de 2008 | 17h13

O Tribunal de Justiça de Minas condenou a Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG) a indenizar uma doadora em R$ 10 mil. A decisão é pelo hospital não tê-la comunicado que os exames de sangue detectaram que ela era portadora de dois vírus causadores de doenças como leucemia e paraplegia, além de provocar cegueira.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.