Gol é condenada por violação de bagagem de passageiro

Marcelo Moreira

26 de agosto de 2009 | 21h46

A Gol Linhas Aéreas foi condenada a indenizar em R$ 2 mil, a título de dano moral, um passageiro que teve a bagagem pessoal violada e revirada. A decisão é do desembargador Bernardo Moreira Garcez Neto, da 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), que resolveu manter a sentença de primeiro grau.

Tendências: