Gol é condenada por remarcar várias vezes voo de passageiro

Marcelo Moreira

15 Maio 2010 | 20h32

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina condenou a VRG Linhas Aéreas a indenizar por danos morais e materiais, no valor de R$ 9,6 mil, um cliente já idoso que teve seus voos cancelados e transferidos várias vezes. Em todos os casos, só soube ao chegar ao aeroporto.

Além disso, não recebeu qualquer auxílio para transporte ou acomodação. A Gol, responsável pela VRG Linhas Aéreas, contestou seu dever de indenizar, alegando que o sistema de tráfego aéreo brasileiro enfrentava a pior crise da sua existência.

Mais conteúdo sobre:

Gol