Gol é condenada por bagagem de cliente violada

Marcelo Moreira

11 de agosto de 2009 | 00h03

A Gol Linhas Aéreas foi condenada a pagar R$ 2 mil de indenização por danos morais por violação de bagagem. Ao desembarcar, a consumidora viu que o cadeado de sua mala tinha sido violado, suas fotos estavam rasgadas e rabiscadas e as roupas reviradas. A decisão é do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Tendências: