Furtos de cheques e documentos aumentam no começo do ano

Marcelo Moreira

01 de fevereiro de 2012 | 17h03

Um levantamento feito pela Boa Vista Serviços, administradora do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), aponta que, no começo do ano e em feriados como Carnaval, o índice de registros de documentos furtados, roubados ou perdidos cresce cerca de 15%.

Situações como estas podem causar grandes transtornos se medidas de prevenção contra golpes e fraudes não forem rapidamente realizadas. De acordo com Dorival Dourado, presidente da Boa Vista Serviços, “o que deve ficar claro é que, algumas iniciativas simples podem ser tomadas pelo consumidor de forma a não passar pela situação desagradável de ter seu nome registrado em um banco de dados restritivos, fruto do uso indevido de seus documentos”.

Em caso de perda ou roubo dos documentos, em qualquer região do país, é importante comunicar imediatamente ao SOS Cheques e Documentos, um serviço de utilidade pública da Boa Vista Serviços, para solicitar a inclusão de um registro de alerta em seu nome para prevenir fraudes e prejuízos inconvenientes. “Essa medida prática, gratuita e rápida serve para que, em caso de uma possível tentativa de uso indevido do documento, antes que o crédito seja aprovado pelo lojista, um sinal de alerta seja enviado para impedir a transação”, complementa Dorival. O consumidor pode utilizar este serviço gratuito acessando o site http://www.boavistaservicos.com.br/apoioaoconsumidor ou pelo telefone 0800 011 15 22.

O presidente da Boa Vista Serviços ainda alerta que o ideal é ter sempre a mão os telefones dos bancos e empresas de cartão de crédito para comunicar o roubo ou perda. Além disso, o consumidor deve fazer imediatamente um Boletim de Ocorrência, que pode servir de prova em caso de fraudes com seus documentos.

Tudo o que sabemos sobre:

Boa Vista

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.