Falsificação de documentos rende indenização

Marcelo Moreira

07 de maio de 2011 | 16h53

A 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) condenou o Banco Santander a indenizar um agricultor em R$ 3 mil por danos morais. O agricultor teve documentos pessoais falsificados e foram contraídas dívidas junto a empresas das áreas comercial e financeira, entre elas o Banespa, comprado pelo Santander.

Mais conteúdo sobre:

indenizaçãoSantander