Falsa acusação de furto rende indenização

Marcelo Moreira

17 de julho de 2011 | 17h00

Uma farmácia irá indenizar duas mulheres, por dano moral, em R$ 20 mil. As vítimas foram acusadas publicamente (na frente de clientes e funcionários) pela gerente da farmácia de terem furtado  um vidro de esmalte de unha. A decisão é do Juízo da 2ª Vara Cível de Itatiba, interior de São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:

indenização

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.