Faculdade é condenada por não avisar aluno que curso não era reconhecido pelo MEC

Marcelo Moreira

10 de julho de 2009 | 19h42

O Tribunal de Justiça do Rio de janeiro condenou a Universidade Estácio de Sá ao pagamento de indenização, a título de dano moral, a um aluno no valor de R$ 10 mil por propaganda enganosa. O aluno alega que se matriculou em um curso da universidade e somente ao final foi informado que o curso não é reconhecido pelo MEC.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.