Faculdade é condenada por expulsar aluno de sala indevidamente alegando inadimplência

Marcelo Moreira

25 de setembro de 2009 | 22h55

A Fundação Presidente Antônio Carlos (Fupac) terá de indenizar em R$ 4 mil, por danos morais, um estudante de Educação Física de 27 anos que foi expulso da sala de aula em virtude de uma dívida de R$ 350 que já havia sido quitada. A decisão é da 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.