Espera em fila de banco rende indenização

Correntista que esperou mais de duas horas na fila vai ser indenizado por dano moral pelo Banco de Brasília em R$ 2 mil. A espera na fila contrariou a legislação consumerista e a Lei Distrital nº 2.547/2000, que estipulam o prazo máximo de 30 minutos de espera. A decisão é do Tribunal de Justiça do Distrito Federal

Marcelo Moreira

28 de janeiro de 2011 | 16h51

Correntista que esperou mais de duas horas na fila vai ser indenizado por dano moral pelo Banco de Brasília em R$ 2 mil. A espera na fila contrariou a legislação consumerista e a Lei Distrital nº 2.547/2000, que estipulam o prazo máximo de 30 minutos de espera. A decisão é do Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: