Escola é condenada por não proporcionar condições de estudo a deficiente

Marcelo Moreira

09 de março de 2010 | 22h40

  O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) condenou o Sistema Barddal de Ensino a pagar R$ 341 mil, corrigidos, de indenização a uma aluna portadora de deficiência congênita que limita os movimentos. Após passar no vestibular, ela percebeu que a instituição não tinha as adaptações necessárias para recebê-la.

Mais conteúdo sobre:

Deficienteensino