Erros em lua-de-mel rendem indenização

A operadora de turismo CVC foi condenada a pagar, a título de danos morais, R$ 4.500 a um casal em virtude de falha na prestação de serviço. Recém-casados, eles compraram um pacote para passar a lua-de-mel em um cruzeiro marítimo com destino ao arquipélago de Fernando de Noronha, no Nordeste

Marcelo Moreira

09 de agosto de 2010 | 14h24

A operadora de turismo CVC foi condenada a pagar, a título de danos morais, R$ 4.500 a um casal em virtude de falha na prestação de serviço. Recém-casados, eles compraram um pacote para passar a lua-de-mel em um cruzeiro marítimo com destino ao arquipélago de Fernando de Noronha, no Nordeste.

Entretanto, no momento do embarque, eles descobriram que a viagem seria realizada em um navio de nível inferior, sem piscina, sauna e, principalmente, sem cama de casal. A decisão é do Tribunal de Justiça do Rio.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.