Erro em apólice rende indenização

A 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) condenou a empresa Bradesco Vida e Previdência a indenizar em R$ 9.300 uma cliente por danos morais. O Bradesco também irá restituir a quantia paga por um seguro (R$ 351,48 corrigidos), cuja apólice não constava o nome correto da beneficiária.

Marcelo Moreira

31 de agosto de 2010 | 21h31

A 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) condenou a empresa Bradesco Vida e Previdência a indenizar em R$9.300 uma cliente por danos morais. O Bradesco também irá restituir a quantia paga por um seguro (R$351,48 corrigidos), cuja apólice não constava o nome correto da beneficiária.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.