Entidade é condenada por divulgar dados de consumidor que foram fraudados

Marcelo Moreira

23 de janeiro de 2009 | 13h25

Decisão proferida pelo juiz do 6º Juizado Especial Cível de Brasília obrigou a Câmara dos Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF) a indenizar uma consumidora em 10 mil reais. A condenação é por ter divulgado os dados da consumidora sem a devida cautela, o que levou um fraudador a assumir dívidas em nome dela.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.