Energia cortada rende indenização

Corte de fornecimento em propreidade rural levou à condenação a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig)

Marcelo Moreira

06 de junho de 2010 | 20h24

A 8ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ–MG) condenou a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) a pagar o valor de R$ 4.650 mil a título de danos morais a um consumidor que mora na área rural do Estado, tendo em vista a interrupção de energia que ocorreu em sua residência.

Tudo o que sabemos sobre:

corte de energia

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: