Empresa de móveis ignora cliente

Consumidora reclama de ter comprado móveis na loja Sylvia Design e recebido os produtos com defeito e sem nota fiscal. A nota foi enciada, mas os produtos defeituosos não foram trocados, o que a obrigou a reclamar no Procon e ir à Justiça

Marcelo Moreira

29 de junho de 2010 | 15h45

Marcelo Moreira

São frequentes as reclamações contra a loja Sylvia Design à coluna Advogado de Defesa. Os problemas variam desde o simples defeito em peças até a não entrega da encomenda sem que haja qualquer satisfação ao cliente. Leia o caso de Priscila Teodoro, de São Paulo:

“Em janeiro desse ano, comprei um conjunto de estofados na Sylvia Design, que foi entregue com defeito e sem a nota fiscal. Depois de muita briga, eles entregaram a nota e pediram para eu aguardar dez dias para a realização da troca do produto. Sem cumprir o prazo, fui ao Procon e ao Juizado Especial Cível, mas a empresa não se manifesta. O que devo fazer? ”

RESPOSTA DA SYLVIA DESIGN: A empresa informa que o foi liberado um crédito de atendimento, conforme documentos assinado pela cliente. A Consumidora entrou em contato para confirmar a entrega e está ciente do prazo para a entrega.

 COMENTÁRIO DA REDAÇÃO: O problema não foi solucionado. A cliente queria o dinheiro de volta, mas a loja não aceitou e, por isso, a leitora realizou a troca do produto que ainda não chegou. 

COMENTÁRIO DO ADVOGADO DE DEFESA: A consumidora deveria ter insistido mais na devolução do seu dinheiro, o que ainda pode fazê-lo via Juizado Especial Cível, pois ela não está obrigada a adquirir o produto sem a devida nota fiscal de compra. A troca, nesse caso, não pode ser imposta a cliente, e esta a aceita se for do seu interesse. 

Tudo o que sabemos sobre:

entregalei da entregaSylvia Design

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: