Empresa aérea é condenada por funcionário ter ofendido passageiro

Marcelo Moreira

22 de março de 2010 | 22h10

O Tribunal de Justiça do Ceará condenou a Viação Aérea São Paulo (Vasp) a pagar R$ 5 mil, por danos morais a um cliente, vítima de preconceito em um voo. O consumidor teria sido agredido verbalmente por um comissário da empresa. Após a ofensa, o passageiro solicitou providências à comissária-chefe, mas não foi atendido.

Mais conteúdo sobre:

empresas aéreasVasp