Editora é condenada por descontos indevidos em cartão de cliente

Marcelo Moreira

15 de janeiro de 2010 | 23h38

A Editora Globo S.A. foi condenada a indenizar em R$ 1 mil uma cliente por ter cobrado valores referentes a revistas diferentes da adquirida pela assinante.

A decisão é do juiz do 2º Juizado Especial de Competência Geral de Sobradinho (região administrativa do Distrito Federal) e cabe recurso.

A autora afirmou que assinou um contrato com a editora para assinatura de uma revista. Porém, a editora Globo, sem avisar, descontou no cartão de crédito da assinante valores referentes a outras revistas não solicitadas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.