Direito a respostas

crespoangela

28 de novembro de 2006 | 00h45

Texto de Eleni Trindade

Estefânia Lúcia Saraiva costuma fazer todas as suas operações bancárias pela internet. Considera o sistema prático e rápido. Em uma dessas transações notou que seu banco, o Bradesco, estava cobrando uma taxa que ela não sabia da existência. “Entrei em contato com minha agência para saber do que se tratava e a gerente não esclareceu nada”, reclama. “Tentei o Fone Fácil, mas disseram que não era com eles. Mandei uma reclamação pela internet em vão. Por fim, decidi registrar uma reclamação no Alô Bradesco”, descreve.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.