Diagnóstico tardio rende indenização no Rio Grande do Sul

Marcelo Moreira

06 de janeiro de 2010 | 21h26

A filha e o marido de uma paciente que faleceu devido a uma apendicite receberão uma indenização de R$ 40 mil cada um por danos morais do Hospital Nossa Senhora Medianeira. Para o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, o diagnóstico tardio dos médicos ocasionou a perda de uma chance de cura da paciente.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.