Diagnóstico errado rende indenização

A 2ª Câmara de Direito Civil do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) fixou em R$ 20 mil a indenização por danos morais devida por um médico a um paciente por conta de diagnóstico errado

Marcelo Moreira

09 de outubro de 2010 | 14h17

A 2ª Câmara de Direito Civil do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) fixou em R$ 20 mil a indenização por danos morais devida por um médico a um paciente. O neurologista, com um único exame, fez o diagnóstico de que o consumidor era portador de ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), doença degenerativa, progressiva e fatal.

Além disso, receitou um medicamento com custo de R$ 2,6 mil, indicado para tratamento de esclerose múltipla. Após consultar outros profissionais, descobrir que sofria de síndrome de fadiga crônica.

Tudo o que sabemos sobre:

erro médicoindenização

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.